Translate

viernes, 27 de abril de 2018

Palavras




Minhas palavras
Não som minhas

São palavras
Que a poesia
Faz me dizer

São sorrisos
Saudades, beijos
Sentimentos
Dor e amor

Estão  no céu
Perto da lua

Têm asas
Somente as crianças
Ou os loucos
Podem ouvi-las

Sou abençoado 
Por elas

Descobri-las

Quando o mar
Bate as rochas

O quando
As borboletas ficam

Issa é minha tarefa.



ALDEIA DE PESCADORES
      (1950)
DI CAVALCANTI

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Autonomía

Vértices como calibres de dulzura Digo la huella del quijote Cuento lo que habla por mí Intento ser viento y t...